Por que a Dieta Cetogênica funciona para algumas pessoas e “não funciona” para outras?

Por que a Dieta Cetogênica funciona para algumas pessoas e “não funciona” para outras?

FullSizeRender (10)Recebo diariamente muitas pessoas em meu consultório se queixando que começaram a fazer uma dieta cetogênica, mas não perderam gordura e sim a aumentam! Assim, resolvi escrever sobre este tema hoje para explicar esse tipo de estratégia e em que momento não funcionaria.

Primeiramente gostaria de deixar claro que não gosto de um tipo de “dieta padrão” (como seria o caso desta) pois acho que ela deixa muito a desejar em várias formas, como por exemplo no caso de atletas ou pessoas que busquem performance. Mas, não podemos ser também hipócritas e dizer simplesmente que “não funcionam” ou que “somos contra”. Jamais falaria isso, primeiro a gente estuda, entende e depois critica os pontos negativos.

É isso que vou fazer hoje: Começando pela teoria, esta dieta funciona sim para a perda de gordura, mas ela tem que ser MUITO bem feita e não pode haver falhas para que isso aconteça. Alguns deslizes podem ser fatais neste tipo de programa (e é o que acontece na maioria dos casos).

Explicando: ela se baseia em aumentar o consumo de gorduras totais no dia e reduzir o consumo de carboidratos, fazendo com que o corpo produza corpos cetônicos e utilize estes como fonte energética.

Benefícios: haverá constantemente a “quebra” do tecido adiposo e o consumo do mesmo, gerando redução de gordura corporal e saciedade.

Como ela pode não funcionar: para que a redução de gordura aconteça, a presença de glicose tem que ser muito bem calculada e limitada (o mesmo em relação à insulina). Isso porque essa dieta se baseia em quebra de triacilglicerol do tecido adiposo e utilização dos ácidos graxos livres (oriundos destes). Havendo a presença de glicose e insulina teremos a formação de glicerol neste tecido adiposo, o qual irá “se juntar” com todo este ácido graxo livre (reesterificar), formando novamente o triacilglicerol, que havia sido quebrado anteriormente. Ou seja; esta dieta não permite “pequenos deslizes” ou alguns docinhos fontes de carboidratos! Esqueça aquela refeição livre no final de semana! É realmente uma dieta muito restritiva pois qualquer deslize inverteria todas as reações e colocaria “tudo a perder”.

Agora, como comentei no início do texto: essa dieta não é para quem busca performance e nem melhora de rendimento…  Para isso, podemos traçar inúmeras estratégias bem mais favoráveis e produtivas!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s