Qual a relação entre perda de gordura e recuperação?

Qual a relação entre perda de gordura e recuperação?

Então, você continua fazendo tudo certinho, mas percebeu que os resultados reduziram, ou até mesmo, você começou a render menos e aumentar um pouco o percentual de gordura corporal.. Mas, será que isso pode acontecer?

Sim, pode! Vou explicar hoje a bioquímica de como isso acontece para que possa ser ao máximo evitado!

O que ocorre afinal? Quando treinamos além do que o nosso organismo é capaz de recuperar, chegamos a um estágio conhecido como overtraining e é exatamente aí que está o perigo. Neste estágio,  há um aumento do cortisol (o famoso hormônio do estresse). Estando ele elevado,  temos como consequência uma potente redução da concentração de leucócitos. Os leucócitos são responsáveis (dentre outras ações) por reparar o tecido lesado normalmente pela atividade (degradando as fibras musculares lesadas).

Com a redução destas células (leucócitos)  o tecido não é devidamente reparado no pós treino, permanecendo lesado. O grande problema ocorre,  uma vez que,  o tecido lesado apresenta redução da capacidade de captar a glicose e recuperar o glicogênio degradado na atividade.  Ou seja, neste caso,  reduzimos a capacidade de estocar glicogênio.

E por que podemos armazenar gordura estando nesta situação? Imagine que continuamos a consumir a mesma quantidade de carboidrato (glicose) pós treino, considerando que o mesmo será utilizado para recuperação do glicogênio, mas, na verdade, não é esta a “via” que este carboidrato está seguindo. Se o tecido não está sendo capaz de captar toda a glicose (como antes), a glicose “extra” será provavelmente convertida em gordura, podendo assim aumentar o seu percentual  de gordura corporal.

Se você está treinando demais e sem dar ao organismo o tempo necessário para se recuperar, cuidado! As alterações hormonais que podem estar acontecendo, podem não estar favorecendo seus resultados… Fique atento!

Gostou? Compartilhe a matéria no ícone abaixo!

2 comentários em “Qual a relação entre perda de gordura e recuperação?

  1. Tenho sentido uma fadiga muito grande, chega durar 3 ou 4 dias após o treino, além de notar um aumento de gordura corporal. Caso possa ser overtraining seria interessante dar uma pausa nos treinos por uns dias ou apenas respeitar o descanso necessário daquele grupo muscular?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s