Entrevista com Pedro Solberg

A partir de hoje irei agregar mais conhecimento da prática esportiva aqui no site. Vou fazer entrevistas com os próprios atletas para ouvirmos a experiência deles na prática e aprendermos ainda mais com os melhores em cada esporte.

Começo hoje entrevistando o grande atleta brasileiro de vôlei de Praia: Pedro Solberg. Pedro me falou sobre a sua alimentação, suplementação e também sobre a grande polêmica do erro laboratorial que o acusou indevidamente de doping.

Estes 4 primeiros meses do ano são normalmente os mais intensos para ele, uma vez que começa a sua pré temporada. Treinando em média de 4 a 5 horas por dia, neste período ele intensifica a preocupação com a alimentação. Os treinos variam entre horas na praia e na academia fazendo musculação. Pedro diz que realmente se sente melhor quando está com o percentual de gordura mais baixo e com mais massa muscular. “Procuro me manter com 96 kg. Já tive 99, mas com o percentual de gordura mais alto. Neste caso, fico muito pesado e atrapalha meu rendimento”.

Sobre suplementação, ele diz faz uso de Whey Protein isolado após o treino de musculação, hidrata-se com isotônicos (gatorade) durante os treinos na praia junto com água e água de coco. Após o término dos treinos ou entre os jogos ele se recupera com o suplemento Endurox R4. “Sinto diferença, sim, quando tomo. Recupero mais rápido e me mantenho melhor”. Lembrando que o endurox é um suplemento a base de carboidratos e proteínas que contém a proporção 4:1, ou seja 4g de carboidratos para cada 1g de proteína além de repositores eletrolíticos (há na literatura trabalhos mostrando que esta seria a proporção ideal de carboidratos e proteínas para a melhor recuperação muscular. Como estes suplementos são geralmente caros, esta informação é interessante pois você pode elaborar seu pós treino fazendo refeições com estes valores). Muitas pessoas se preocupam somente com o carboidrato pós treino aeróbico, deixando a proteína de lado.

Pedro diz que já usou outros suplementos, mas parou, pois só usa o que realmente sente benefícios em seu corpo. “Algumas vezes uso o whey a noite também, quando opto por não jantar”.

O atleta diz que ano passado (2013) e 2008 foram seus melhores anos conquistando inúmeros títulos para o Brasil. Em 2008 ele se tornou o mais jovem campeão do circuito Mundial do ano.

Em Julho de 2011 Pedro foi acusado indevidamente do uso de esteroide (androstane) e ficou proibido de jogar. Pedi para que ele próprio explicasse o que aconteceu na época e pedi também que falasse a sua visão sobre o laboratório brasileiro.

“Eu hoje sei exatamente o que houve e estou na justiça contra eles. O laboratório (Ladtec) está proibido de realizar qualquer tipo de exame. No meu caso, houve um erro no procedimento do exame, o que levou a um resultado errado. Quando pedi a contra prova, o exame foi feito corretamente e o resultado mostrava que eu não havia usado qualquer tipo de esteroide. Mas mesmo este resultado dando negativo, o laboratório agiu de má fé reforçando que era positivo. Eles não quiseram assumir o erro, pois perderiam a credencial para fazer os exames na copa, olimpíadas.. Talvez não acreditassem que eu fosse até o final. Eu tinha recursos para brigar. Acredito que muitos atletas devem ter sido prejudicados por este laboratório, mas não tiveram a estrutura que eu tive para lutar e provar.”

Os exames da copa e olimpíadas não serão mais realizados aqui no Brasil, pois a WADA descredenciou o laboratório da UFRJ (Ladtec) e o caso do Pedro é o principal motivo. Perguntei a opinião dele sobre o nosso “atraso” neste caso, e ele disse: “O Ladtec recebeu milhões para se estruturar mas continua uma vergonha. O meu exame acabou indo para a Alemanha e lá foi comprovado que eu jamais tinha usado alguma substância ilegal. Os alemães são a maior referência mundial no caso de doping”.

Pedro finaliza dizendo que a alimentação é a base de tudo no esporte. “Se não me alimentar e hidratar muito corretamente, não vou render no meus treinos, vou me contundir e não chego onde quero”.

Muito obrigada, Pedro Solberg pela ótima entrevista..
Para saber mais, curtam sua pagina no facebook

3 comentários em “Entrevista com Pedro Solberg

  1. Julia,
    ja estou com telefone do seu consultorio e gostaria de marcar uma hora com vc, porém quero saber se vc pode realmente me ajudar. Tenho 44 anos, 2 filhos e malhei a vida inteira. Faço parte da geração da ginastica localizada com circuitos de jairzinho e gil, o que detonou meu joelho. Ja fiz yoga, pilates e musculação. Estou parada ha 2 anos e engordei muito. Amanha volto para o pilates pois estou com dor na coluna/sobre peso/ para encarar academia de cara. Minha intenção ao te procurar é fazer uma dieta inicialmente para secar mas acima de tudo que me de energia e saúde pra esta nova fase da vida. quero algo preventivo, que prepare meu corpo para atravessar menopausa e me de boa mobilidade. Quero saúde acima de tudo , a estética como consequencia.
    o que vc acha? ou vc me indicaria alguem com este perfil. desde ja te agradeço.
    Monica

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s