Crisina

Crisina

Ela é extraída a partir de uma planta chamada Passiflora Caerula. A 5,7dihidroxiflavone (nome químico da Crisina) vem sendo utilizada com a função anti – aromatase, ou seja, estudos recentes mostram que esta planta seria capaz de bloquear a enzima que converte a testosterona em estrógeno.
Explicando: quando a testosterona atinge certa concentração (que é variável para homens e mulheres) ela começa a ser convertida em outras substancias menos anabólicas (como a DTH, por exemplo). O papel da crisina seria reduzir esta conversão. Mantendo então a concentração de testosterona mais alta.
Desde modo, ela pode ser responsável por aumentar o anabolismo, favorecendo o aumento da massa muscular e redução de gordura, quando associada a um treinamento intenso e alimentação adequada (voltados para tal).
Ainda não existem estudos suficientes comprovando a eficácia desta substância, que deve ser manipulada. A dosagem deve ser prescrita considerando fatores como idade, sexo e composição corporal.
Como todo medicamento e fitoterápico não é para qualquer um! Existem sim contra indicações e por isso deve sempre ser prescrita por um profissional habilitado.
Não esqueça que não existe “pílula mágica”. Por tanto a duplinha – treino e alimentação – será sempre fundamental! Bons treinos e boa semana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s